TRT/AL promove mais uma ação em prol da segurança institucional e patrimonial

Carro, novos equipamentos de segurança, treinamentos e incremento da infraestrutura do Setor de Segurança compõem conjunto de medidas para proteção de usuários

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), desembargador Pedro Inácio da Silva, concretizou mais uma ação em prol da segurança institucional e patrimonial com entrega de uma picape Mitsubishi L200 Triton, plotada com brasão e identificação da segurança judiciária. O magistrado ainda entregou alguns portes de armas de fogo institucionais para os agentes de segurança.

O veículo será utilizado exclusivamente nas rondas nas imediações do Fóruns Pontes de Miranda, Quintella Cavalcanti e nas Varas Trabalhistas do interior do Estado, nos horários diurnos e noturnos, inclusive nos finais de semana. A viatura ainda será utilizada, em casos especiais, no cumprimento de diligências pelos oficiais de justiça.

Visando aumentar o sentimento de tranquilidade no tocante à segurança de magistrados, servidores e dos jurisdicionados que vêm ao Tribunal, estão sendo viabilizadas, por meio da política de segurança do TRT/AL, um conjunto de medidas para a proteção institucional e patrimonial a exemplo de aquisições de cinco portais com detectores de metais, cinco detectores manuais, armas não letais (armas de choque), espargiadores (spray de pimenta), bastões retráteis, lanternas táticas, novos armários para acautelamento de armas, novos cofres para guarda de munições e armas entre outros. Esses equipamentos estão na fase final dos processos de licitações.

O Setor de Segurança e Transporte também passará a contar com dois novos equipamentos para o monitoramento de câmeras, além de ter viabilizado a reativação e recolocação das câmeras dome dispostas nas edificações dos fóruns.

Segundo o desembargador Pedro Inácio, preocupada com a Política de Segurança Institucional, a Administração também priorizou a capacitação técnica e a aptidão psicológica dos servidores do setor de segurança que farão o manuseio de equipamentos. "No decorrer da semana os agentes participarão de um curso de inteligência emocional nas relações de trabalho. É imprescindível a habilitação dos agentes que estejam no exercício permanente de funções de segurança, em cursos específicos para utilização desses materiais, os treinamentos serão oferecidos pelo Tribunal sendo viabilizados por meio da Escola Judicial (Ejud19). Todas essa iniciativas visam resguardar a integridade de todos," destacou.

O assessor da presidência e coordenador de Segurança e Transporte, José Miriel Gomez, enfatizou que a relevância da segurança institucional levou a comissão de Segurança do Tribunal a aprovar, na semana passada, a compra de novas armas. "A comissão deliberou a aquisição de algumas unidades de arma do tipo Ponto 40 para compor o aparato de segurança. Tudo com a anuência do presidente", ressaltou.

Do TRT/AL