STF terá esquema especial de segurança

Por Leandro Caetano

Fora das paredes de vidro do Supremo são esperados militantes bolsonaristas, o que deve levar a Polícia Militar do Distrito Federal a reforçar o contingente de agentes que faz a segurança da Praça dos Três Poderes.

A Polícia Judicial que atua dentro do Supremo não indicou se há risco de ataques durante a votação. A segurança da Corte apenas informa trabalhar com "diversos cenários de planejamento" contra ameaças reais e potenciais.

O caso é visto como um dos mais importantes do STF nos últimos meses e fez com que o tribunal montasse um esquema especial de segurança. Mas além de envolver um deputado federal, o que faz o julgamento de Daniel Silveira tão especial?

Especialistas ouvidos pela BBC News Brasil afirmam que o caso do parlamentar poderá ter repercussões tanto no campo jurídico quanto no universo político.

Segundo eles, esse caso chama tanto atenção porque os ministros e ministras terão que enfrentar quatro pontos delicados no julgamento: limites da liberdade de expressão; até onde vai a imunidade parlamentar; como lidar com um caso em que o tribunal é vítima e julgador ao mesmo tempo; e quais os limites da tensão entre o STF e a militância bolsonarista.

Com informações da BBC News Brasil e Estadão