Servidores do Poder Judiciário e do MP ficam decepcionados com relatório do Senador Marcos do Val

O relatório apresentado ontem (24/02) pelo Senador Marcos do Val ao PL 3723/2019 gerou grande insatisfação entre os servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público, que também reivindicam alterações no Estatuto do Desarmamento.

"Os servidores do Poder Judiciário estão decepcionados com o Senador Marcos do Val"

A categoria promoveu uma bela mobilização nacional pelo acolhimento da Emenda nº 58 de autoria da Senadora Rose de Freitas, que foi ignorada pelo relator da CCJ.

De acordo com Leandro Caetano, membro do Grupo Leal, o relatório foi recebido com tristeza pelos servidores. "isso não é justo, pois foi a única categoria não contemplada no relatório, que inclusive acolheu emendas para categorias que sequer constam no art. 6º da Lei n. 10.826/2003", explica.

"Se a intenção do parlamentar era pela não extensão do porte de arma de fogo fora de serviço para novas categorias, poderia ter acolhido parcialmente a emenda nº 58, aperfeiçoando o porte de arma dos servidores responsáveis pela segurança institucional do Poder Judiciário e do Ministério Público", afirma.

Segundo fontes do Senado Federal, o projeto voltará a pauta da CCJ após o feriado de carnaval.