Senador Alessandro Vieira apresenta emenda ao PL 3723/2019

Por Leandro Caetano

Após grande mobilização dos policiais judiciais, com diversas abordagens por mensagem automática criada pelo Grupo Leal, com esclarecimentos necessários acerca da necessidade do porte de arma de fogo fora de serviço, foi apresentada emenda pelo Senador Alessandro Vieira, líder do PDT/CIDADANIA/REDE - CIDADANIA, que contempla parte de emenda sugerida pelo Grupo Leal.

A emenda apresentada é fruto do esforço de todos os policiais judiciais, que contribuíram e participaram efetivamente da mobilização nacional convocada pelo Grupo Leal.

Os policiais judiciais do Brasil agradecem o Senador Alessandro Vieira pelo "empenho e por mais um gesto que só fortalece a nossa parceria em defesa da segurança do Poder Judiciário e dos servidores".

Na sessão deliberativa da próxima quarta-feira (23/02), a CCJ do Senado Federal irá deliberar o relatório do Senador Marcos do Val, relator do projeto de lei.

De acordo com o policial Judicial Luiz Augusto (JFBA), "a discussão com o parlamento continuará, em busca de um texto que garanta um porte de arma similar as demais categorias previstas no art. 6º do Estatuto do Desarmamento".

O trabalho agora é para que seja acolhida a emenda nº 53 - PL 3723/2019 pelo relator, e se possível, uma nova emenda que contemple todas as necessidades dos policiais judiciais.

O membro do Grupo Leal, Edilson Carlos Vidal (JFES), afirma que "a luta está apenas começando, pois precisamos agora garantir o acolhimento da emenda pelo relator e pela comissão de constituição e justiça que discute a matéria, portanto, ganhamos uma batalha, mas ainda não ganhamos a guerra".

Segundo os membros do Grupo Leal, é necessário intensificar a mobilização, enviando e-mails e ligando nos gabinetes dos parlamentares. "É melhor arrepender-se por ter feito alguma coisa do que por não ter feito nada".

Veja aqui a Emenda nº 53 - PL 3723/2019.