Policiais Judiciais participam de curso de armamento e tiro

Por Leandro Caetano

Policiais judiciais participam de curso de aperfeiçoamento de Armamento, Munição e Tiro (AMT) no estande de tiro da Academia de Polícia Civil do DF. A ação educacional faz parte do Programa de Reciclagem Anual - PRA 2021, é exclusiva para Policiais Judiciais e será considerada para GAS. 

Para a realização da instrução, o TJDFT conta com apoio do SAT - Seção de Adestramento Técnico da Polícia Civil do DF, representado pelo Agente de Polícia Civil Warney, chefe do SAT, que cedeu o estande de tiro. As instruções das primeiras turmas são realizadas pelos policiais judiciais Daniel Carvalho, Silva Gomes, Marcus Buonafina, André Ricardo, Gabriel Dantas e Rodrigo Bento.

Daniel Carvalho afirma que o aperfeiçoamento contínuo dos policiais judiciais é de grande importância para que estejam sempre preparados. "O treinamento é a única garantia de diminuição do erro e aumento da confiança dos policiais", frisa. Afirma ainda que "O tiro é uma técnica perecível e se não treinar de forma constante, perde o refino". 

O treinamento serviu como atualização e habilitação ao porte de armas curtas, como a pistola, utilizada no trabalho diário dos policiais. A gestão da Polícia Judicial do TJDFT também já pensa em realizar cursos de aperfeiçoamento para magistrados.

O credenciamento de instrutores do quadro de servidores do TJDFT pela Polícia Federal contribuirá para o treinamento constante dos policiais judiciais.