Operação Conjunta Garante Segurança do STF

Cerca de 6 mil pessoas participaram do ato contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e em solidariedade ao ex-presidente Lula, na Esplanada dos Ministérios, nesta sexta-feira (18/3).

Um esquema especial de segurança foi montado no STF em razão do protesto, que reuniu militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Frente Brasil Popular, organização que congrega partidos políticos e mais 60 entidades, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Ao todo, a operação contou com Agentes de Segurança Judiciária do STF, TSE, STM, TRF da 1ª Região e TJDFT.

Os Agentes empregados na operação deram um show de profissionalismo, dedicação e organização, mantendo a integridade dos ministros, juízes, servidores e do patrimônio do Tribunal.