Funcionário público é preso por fingir ser Agente de Segurança Judiciária

Do G1 SC

Um funcionário público foi preso na tarde de quinta-feira (17) em Balneário Camboriú, no Litoral catarinense, por se passar por um agente de segurança judiciária. Ele usava uma arma de fogo que não tinha porte e um crachá de agente do Poder Judiciário Federal pendurado no pescoço, mas era apenas um fiscal do Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP). Cabe ressaltar que tal brasão é utilizado pelos Agentes Federais de Segurança Judiciária, servidores estes responsáveis pelo policiamento dos Fóruns Federais e pela escolta de Juízes, Desembargadores e Ministros do Poder Judiciário Federal.

De acordo com a Polícia Civil, o flagrante foi feito durante uma ação de repressão à pirataria no Camelódromo da cidade. O homem participava da operação, mas agentes da Divisão de Defraudações (DD) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e Receita Federal desconfiaram da conduta dele.

Depois de solicitada sua identificação funcional, os policiais fizeram o flagrante. O preso foi Secretário Adjunto de Segurança e Defesa do Cidadão do Município de Florianópolis, no ano de 2014, durante quatro meses.