Falsa ameaça de bomba fecha Fórum em São Paulo

Por Leandro Caetano

Segundo a Polícia Civil, o suspeito de colocar o material no local alegou que tomou a atitude como uma 'forma de protesto' porque teve seu auxílio-doença indeferido anteriormente.

A Polícia Militar recebeu, na manhã desta sexta-feira (18), uma denúncia de existência de uma suposta bomba na calçada em frente ao prédio onde funciona o Fórum da Justiça Estadual, em Rancharia(SP). No entanto, integrantes do Esquadrão Antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), de São Paulo (SP), estiveram no local e constataram que o objeto não continha material explosivo.

O local foi isolado e fechado para o atendimento ao público até que fosse feita com segurança a retirada do objeto.

Conforme informações da Polícia Civil, o Gate examinou o objeto através de um aparelho de raios-x e não constatou teor explosivo no material. O objeto foi recolhido e levado em uma caixa de contenção para ser destruído.

Segundo as informações da PM, um homem passou de bicicleta pelo local e deixou um pacote embrulhado no portão, por volta das 9h, no Centro da cidade. O vigia do Fórum avistou o objeto e acionou os policiais.

O suspeito, que já é conhecido nos meios policiais, foi identificado e levado à Delegacia da Polícia Civil para prestar depoimento.

A polícia, então, foi até o local e fez o isolamento do objeto. Além disso, o Gate, que fica em São Paulo (SP), foi acionado e enviou uma equipe a Rancharia para analisar o material.

A Rua Marcílio Dias foi interditada

O Fórum foi fechado para o atendimento ao público e os funcionários permaneceram dentro da repartição no aguardo do desfecho da ocorrência.

Além de policiais militares, equipes da Guarda Municipal e da Polícia Civil também compareceram ao local para a atuação no caso.

Em nota ao g1, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) informou que a Polícia Militar retirou o embrulho do local e foi constatado que não havia material explosivo.

O delegado Airton Guelfi, da Polícia Civil, informou à TV Fronteira que um um homem foi detido e prestou depoimento na tarde desta sexta-feira (18) na delegacia de Rancharia.

Ele foi identificado com a ajuda das imagens das câmeras de segurança das imediações do Fórum.

Ainda de acordo com o delegado, o homem, de 38 anos, foi liberado, pois o material que ele jogou no Fórum não oferecia nenhum perigo para as pessoas e não era um explosivo. O conteúdo era formado por massa plástica acondicionada em uma lata.

Guelfi explicou que esse homem disse que fez isso como uma "forma de protesto", porque ele alegou que sofre de um problema de hérnia de disco e teve o seu pedido de auxílio-doença indeferido anteriormente pelo Poder Judiciário.

Fonte: G1