Agentes de Segurança Judiciária são aplaudidos por manifestantes

Agentes de Segurança Judiciária do Grupo Especial de Segurança (GES), da Seção Judiciária do Distrito Federal, escoltaram Oficiais de justiça ao Palácio do Planalto para intimar a presidente Dilma da decisão que suspende a posse de Lula. Os servidores foram aplaudidos por manifestantes que protestavam contra a nomeação de Lula como Ministro da Casa Civil. Os oficiais foram informados de que a presidente estaria no Palácio da Alvorada e para lá se dirigiram. Mais uma vez foram informados de que a presidente não estava no local. Por fim, os Oficiais de Justiça deram a presidente por intimada, deixando a contrafé (cópia do mandado) com o chefe de segurança pessoal da presidente Dilma.

O juiz Itagiba Catta Preta Neto, declarou à imprensa que Oficiais de Justiça tentaram intimar Dilma pessoalmente a respeito da decisão no Palácio do Planalto. Informados de que ela teria ido ao Alvorada, se dirigiram à casa oficial da presidente da República, mas ouviram que não seriam recebidos por ela.

"Ela está intimada, a intimação foi deixada no Palácio da Alvorada e vai chegar às mãos dela", afirma. O prazo para que o governo apresente resposta é de 15 dias. Catta Preta disse que as contestações devem ser feitas ao TRF ou a ele mesmo.